FORÇAS DE BLOGUEIO
Temos muitas dÚvidas e constantemente nos enganamos-nos


segunda-feira, março 07, 2005

Pastilha sem sabor  

Desde início que José Sócrates pouco mostrou de ideias que tem para o país, apesar de ter sido a única alternativa credível ao cargo de primeiro-ministro. Sabia-se que era uma pastilha, mas não se sabia nem se sentia o seu sabor.

Depois de divulgada a lista de ministros, continuo a sentir a mesma sensação. Pontos positivos: há vários técnicos muito qualificados e colocados na sua área de estudo; alguns ministros recuperados do elenco Guterres ficaram com boa imagem, uma imagem de trabalho (Mariano Gago, António Costa, Correia de Campos); não há "tralha guterrista", ou seja, não temos Edites Estrelas, Fernandos Gomes ou Pinas Mouras (apesar de o pai do défice português se ter colocado a jeito). Pontos negativos: apesar de ser um bom técnico e um académico conhecido e respeitado, o ministro das Finanças parece sofrer da mesma doença do défice pois, tendo em conta a entrevista que já deu à TSF, onde se espalhou numa rasteira do entrevistador, traz mais do mesmo, nenhuma ideia diferente; o défice certamente irá abafar todos os caminhos possíveis, os sindicatos irão defender todos os direitos descarados do funcionalismo estatal, as direcções gerais e regionais vão filtrar todas as medidas mais reolucionárias, as leis e a burocracia irão dar cabo do resto.

Caberá a Sócrates, e à sua conhecida teimosia, dar algum sabor à pastilha.

posted by Ladeiras | 9:39 da tarde Comentários:


quinta-feira, outubro 14, 2004

 

Ai, a selecção



Depois de um empate com o poderoso Liechtenstein, Portugal esmagou a Rússia. Bolas, 7-1 seria um bom resultado com qualquer equipa, e os tugas conseguem-no contra um adversário directo na luta pelo apuramento. Incrível como uma equipa que consegue uma exibição como a de ontem à noite passa pelas dificuldades que vai passar (quem ainda não viu este filme?) para se apurar.

Ainda por cima, temos este treinador, habituado a criar dificuldades acrescidas para as equipas que orienta. Meus amigos, sem querer ser pessimista, acho que uma vez mais vamos ficar de fora do Mundial. É que o grupo está muito mais cheio de Liechtensteins do que de Rússias...

Ah, uma palavrinha para o Deco: Que jogão! O Ronaldo também esteve muito bem. Quem consegue chorar pelo Figo e pelo Rui Costa quando estes dois jogam como fizeram ontem?

posted by Vostradong | 2:36 da tarde Comentários:


quarta-feira, setembro 01, 2004

 

FÉRIAS NADA MUDAM Passou Agosto, acabou-se o estado nacional de férias, voltamos ao trânsito, às confusões nos transportes públicos, às preocupações com as dívidas e o dia-a-dia. Nada mudou, mas há sempre algo a destacar. Registo:
Paulo Portas estava calmo há demasiado tempo. Era preciso arranjar uma cena de protagonismo. Ela aí está: barra-se a entrada a um barco estrangeiro, usando meios estatais para fins partidários, como bem explica Ana Sá Lopes, no Público de hoje. Com o aborto clandestino, esse sim um verdadeiro problema de saúde pública, ninguém parece preocupar-se
A Casa Pia, depois do misterioso e lamacento caso das cassetes, volta à ribalta, com luta de galos, perdão, juízes, que nos fazem perder ainda mais confiança na dita Justiça
A "novela" da colocação dos professores demonstra bem a perdição em que vive a educação nacional
O futebol está na mesma: Pinto da Costa finalmente ganhou o título que lhe faltava (o campeonato das contratações) e despedem-se treinadores só por causa de uma derrota na primeira jornada do campeonato
Nos Jogos Olímpicos, apesar de belos momentos, o "doping" voltou a aparecer. Curiosamente, todos os batoteiros apanhados usaram substâncias fora de moda (anabolisantes) na era em que a EPO; THG e dopagem genética estão na ordem do dia. Como o COI, vai guardar as análises por mais oito ano, desconfio que daqui até 2012 ainda vamos descobrir mais casos.

posted by Hugo | 4:42 da tarde Comentários:


sexta-feira, agosto 27, 2004

 

BOICOTE DA FNAC Há pormenores que definem as boas pessoas e as boas empresas. Detalhes que criam amizades ou cortam convivências. Ontem à noite fui à Fnac fazer compras. Quando entrei (eram 20h15, 20h20), uma das televisões estava sintonizada no Eurosport. À saída, por volta das 20h50, reparei que ia começar a corrida dos 200 metros dos Jogos Olímpicos de Atenas. Resolvi ver a corrida no pequeno televisor que transmitia o Eurosport, aquele elemento cativante no meio de dezenas de ecrãs com a MTV. E quando passava pela cabeça das três dezenas de pessoas que por ali estavam pedir para porem as outras TVs no Eurosport, eis que um funcionário da Fnac decidi mudar o pequeno televisor para outro canal. Ordens da segurança, disse ele. O que custava deixaram-nos assistir à corrida do Obikwelu? Eram só vinte segundos. Vinte segundos. Um acto de insensibilidade, de desrespeito pelos clientes, uma arrogância repugnante. Ao boicote da Fnac, responderei com outro boicote: não mais farei compras nessa loja. Haja algum poder do consumidor.

posted by Hugo | 2:49 da tarde Comentários:


sexta-feira, agosto 13, 2004

 

OLÍMPICOS FROUXOS Começam hoje oficialmente aqueles que são, pelo menos no campos das expectativas, os Jogos Olímpicos mais frouxos que me lembro de assistir. Na modalidade rainha, o atletismo, paira a sombra do "doping", com sucessivos casos positivos de dopagem. E ainda agora o atleta grego mais conhecido, Konstantinos Kederis (também tratado por Kenteris), faltou a controlo anti-doping e teve um acidente de viação juntamente com a vice-campeã olímpica dos 100m, Ekaterini Thanou. Ambos serão, provavelmente, excluídos. Parece-me que estamos num daqueles pontos em que os prevaricadores estão um pouco menos adiantados em relação a quem controla, propiciando um aumento dos casos de "doping". Talvez seja também uma boa altura para reflectir para onde caminha o desporto.

À falta do carisma de outros tempos do atletismo, ficamos com a natação, modalidade que ciclicamente é afectada por escândalos de "doping", mas que desta vez surge relativamente limpa e com um leque de nadadores de grande nível. Michael Phelps já prometeu atacar o recorde de Mark Spitz (sete medalhas em 1972) e estou muito curioso para ver o duelo com Ian Thorpe nos 200 metros livres.

Quanto aos portugueses, as maiores esperanças ficam reservadas para o judo, a vela, o voleibol de praia, Francis Obikwelu e talvez o futebol, se lidarem bem com a desgraça de ontem.

posted by Hugo | 9:50 da manhã Comentários:


segunda-feira, agosto 09, 2004

 

A VERGONHA CONTINUA.... no Processo Casa Pia. É uma imundice. Mas não só. Alguém explica por que razão o texto de ontem do Diário de Notícias sobre a possível mudança na PJ (Governo procura novo director para a Polícia Judiciária) não é assinado, ou melhor, é assinado DN. Quem escreveu a notícia? Será que o director ajudou? Será que o senhor director, ex-assessor de Cavaco e Martins da Cruz, tem medo de assinar as notícias para as quais contribui?

posted by Hugo | 2:28 da tarde Comentários:

 

DEL NERI E PINTO DA COSTA Del Neri ficará certamente como a pior escolha de Pinto da Costa em mais de 20 anos de presidência, facto agravado por ter sido uma decisão pessoal do presidente: "Falámos sobre a filosofia e conceitos do FC Porto e ele demonstrou que conhecia bem o clube. Ao fim de duas ou três horas, tive a certeza que falava com o novo treinador do FC Porto. Estamos sintonizados sobre aquilo que queremos". Foi isto que Pinto da Costa disse quando apresentou o treinador italiano.
Fica também claro que a decisão de despedir Del Neri já estava a ser preparada mesmo antes da falta do treino (facto grave e que retiraria autoridade moral ao treinador, mas insuficiente para justificar um despedimento).
Pinto da Costa errou, foi incompetente nesta decisão, mas isso não quer dizer que Luís Filipe Vieira tenha razão. O presidente do Benfica ganhará crédito quando vencer alguma coisa. Os erros dos outros não desculpam os próprios. Os mérito próprios é que servem para nos defender nos momentos maus. E Pinto da Costa tem muitos, ao contrário de Vieira.

posted by Hugo | 2:27 da tarde Comentários:

 

BUROCRACIAS Quis fechar a conta num banco. Cinco assinaturas e duas horas depois, consegui finalmente concretizar o meu desejo.

posted by Hugo | 2:24 da tarde Comentários:


quarta-feira, agosto 04, 2004

 

TOM ZÉ "Se você sabe quem vendeu aquela bomba pró Iraque, desembuche. Desconfio que foi o Bush, foi o Bush, foi o Bush". É este o refrão da música do brasileiro Tom Zé que mais encantou Sines, no Festival de Músicas do Mundo. Tom Zé é um verdadeiro irreverente e valeu mesmo a pena dar um saltinho ao Alentejo para o ver. Como valeu a pena ouvir a grega Savina Yannatou, apesar de os senhores críticos de música não terem gostado. Até há pouco tempo não percebia muito bem o uso (cada vez mais recorrente) da palavra angulosa para definir uma música, mas agora já entendo: os críticos batem com a cabeças em esquinas (sabe-se lá quais) e depois entretêm-se a dizer disparates.

posted by Hugo | 6:34 da tarde Comentários:
archives
links

go to the top of the page

Site Meter online